Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

Outra parte



















Você é a porção de meu amor
Que eu não quero amar
A parte que o impede de me olhar
É a pedaço dele que eu queria retirar

Não sei como se faz
Para amar com meio amor
A metade de um amor

Eu o quero inteiro...
Mas sem você...
Ele é tão somente
Metade.
Enide Santos 30/12/12

Desvio do amor



















Se me percebe te amando
Afugenta meu sentir
Queima-me com sua frieza
Enrijece a minha pele
Repele o meu perfume
Impede-me de desabrochar
Oprime meus movimentos
Rouba meus pensamentos
Ignora o meu chorar
É isso que faz o amor
Que não quer amar.

Enide Santos 26/12/12

Eu cerne



















Sou partícula de uma vida.
Onde ninguém me vê.
Onde dorme o meu dia.
Onde acorda à noite.
Onde as flores são sentimentos
E os sentimentos, colhemos pela manhã.
Sou um pedacinho do mundo
Querendo ser mundo
O mundo de alguém.
Sou uma migalha da vida
Curando o imo das feridas
Feridas do viver e não ser ninguém.
Enide Santos      25/12/12

Nilza santos


















Continue de pé
Para conquista cada amanhecer
Você precisou sobreviver a cada anoitecer
E passou por coisas que derrubaria o mais fortes dos seres
E você ainda está de pé
Mesmo sem ir para guerra venceu inúmera batalhas
E continuou de pé
Passou por muitas
Foi julgada por muitos
E faria tudo novamente somente para ter o que tem
E continuar de pé
Pode olhar ao seu redor!
Você não estar só
Fez o seu escudo de proteção
Pode ver suas  arvores crescerem e florescerem
Depois de anos de podar, molhar e adubar.
O bom de tudo é ver que mesmo depois de cada seca
Ou cada tempestade
Você ainda esta ai de pé
Firme e forte pro que der e vier

Enide santos      24/12/12

Cativa do amor
















Agora sou refém deste amor
Amor que ama de repente
Que (re) vira a vida da gente
Amor vagabundo
Que vive dias de fantasia
Não entende se sente ou mente
Amor que ama um nome
Suspira por um sobrenome
E que chora por uma simples palavra
Só por ter sido dita por ti
Apego ilusório
Ambiciona um sonho
Que nem mesmo pode se repetir
Sentimento safado
Que olha e sente tudo errado
Afeto incoerente
Que brinca com a vida da gente
E até impede-me de resistir.
Enide Santos   21/12/12

Juízo falso

















Outro dia , menti para o meu senti
Disse-lhe que te conheci
Inventei que te amei
Até mesmo seu toque  burlei
O induzi, a sua voz ouvir
Ah! Eu sei bem o que fiz
Foi mesmo prazeroso
Porque até alegria senti
Mas não por muito tempo
Sutilmente meu corpo me desmentiu
Mostrando-me  que nunca te senti
Que apenas te desejou
Mas ainda não te conquistou
Montei noites que com que você passei
Menti sim...
Para fugir um pouco de mim
Enide Santos     18/12/12

Prece de amor

Prece

Queria um minuto com Deus

Queria falar de mim e de ti

Queria pedir, não! Na verdade implorar.

Para que Deus o fizesse me amar

Ou pelo menos tivesse piedade de mim

E não me deixasse sofrer tanto assim.

Porque cada lágrima minha

Está acompanhada de uma oração

Seguindo o que diz meu coração

Não me acanho de ter que orar por amor

Visto que a muito carrego esta dor

Sei que ela já faz parte de mim

Também sei que não precisa ser assim

Queria um minuto com o criador

Para absorver o perfeito amor.

Enide Santos. 11/12/12

Feliz Natal (Acróstico)

15980_408829412519807_1365849633_n

F  órmula Mágica da vida

E  nviado para curar feridas

L  apidando almas perdidas

I  nspiração de amor e perdão

Z  elando por todos seus irmãos

N  asceu a luz do mundo

A  brindo assim novos caminhos

T  razendo consigo exemplo de amor

A  lardeando o bem que faz o perdão

L  ibertando do mau seu irmão

 

Enide santos 08/12/12

Insistente alento

insistente alento

Frente a frente com a verdade

Talvez a esperança não seja uma boa pra mim?

Se não a alimentasse tanto, já teria desistido.

Não ficaria me ferindo.

A cada vez que brilha uma luz

Penso que seria o fim da escuridão

Mas não!

É apenas um cintilar que me faz avistar tudo que quero.

E a cada clarão ampliam meus desejos de te achar.

Frente a frente com a verdade

Não tem muito que fazer

Vou viver com a parte que me cabe

Nutrir a minha espera com os lampejos do meu olhar.

Enide Santos 08/12/12

Epístola-06


 

epistola-05

Fragmentos de mim


 

Sabe qual a pior parte do que sinto por você?

É não saber exatamente o que sinto, só sei que sinto.

Hoje tenho uma necessidade absurda de dividir com você.

Fica difícil esconder das pessoas com as quais convivo, não sei qual a razão não sei por que isso acontece comigo, mas eu mesma não suporto o som sentido que vem do meu chorar, quando choro por você.

Às vezes disfarço procuro um lugar onde minha privacidade estará garantida para acalmar meu pranto.

É um tempo que venho solicitando muitas vezes no decorrer do dia.

Quando penso em você as lágrimas brotam uma após a outra com força de vontade, brotam decididas, sem culpas, certas do que querem.

Até parece que se prepararam uma vida inteira para o exato momento em que meu pensamento busca por você.

Eu as sinto vibrarem quando germinam.

Ouço seus gritos de alivio é como se estivessem sendo libertas de um longo cárcere

Percebo o prazer que sentem em deslocarem em minha face.

Eu não sei o que acontece comigo quando penso em você.

Meus sentimentos reais embaralham-se com minhas fantasias agridem-se. Uma consome a outra e eu fico no vazio.

Fico procurando na realidade um sonho e no sonho uma realidade

Quando penso em você fico tão carente, insegura, burra.

Quando se trata de você na verdade não penso, nada entendo, mal raciocino.

Quando se trata de você tudo que sinto, sinto em dobro parece provocação ou provação, não sei apenas sei que sinto.


Enide Santos 04/12/12

Devaneio

Devaneio

Deixo-me levar por uma fantasia

Por uma criação da minha mente

Que me faz acreditar

Que na minha realidade

Não tem nada

E nem ninguém

Que eu queira tanto

Quanto quero você.

Sei que você é apenas um sonho

Sei que você é um devaneio

E nada posso fazer

Então vou encolhendo-me

Até o menor espaço de o mundo ocupar.

É o meu modo de abraçar-me

Até você se concretizar.

Enide Santos 03/12/12

Anseio de amar

anseio de amor

Meus olhos anseiam

Por sorrirem para os teus

Meus lábios almejam

Apertar os teus

É uma busca árdua

Uma espera constante

De olho no horizonte

Até te encontra

Assegurando-me

De manter a esperança

Que você perceba

Que estou te buscando

Em meio a esta imensidão

Estou te chamando

Que o eco

Dos meus pensamentos

Encontre você

Que as lágrimas

Permutadas com as ondas

Se mostrem, apareçam, revelem-se.

Quem sabe assim você possa entender

O quanto eu preciso de você.

Enide Santos 30/11/12

Poeta poesia

Poeta poesia

Talvez por gostarmos de poesias

Nossos sentimentos são mais intensos.

Nossa audição tem desejos

O nosso olfato tem sonhos

Nossa visão é cega e imaginaria.

O som da nossa voz são as letras.

Os nossos sentimentos não nos pertencem.

Doamos muitos a cada poesia.

Motivamos novos sem que percebamos

Mas como tudo no mundo

O poeta não poderia ser diferente

Ele se doa a um sentir, seu e de outrem.

Mas quer reparas, que quase nunca vem.

Quer que retorne para si em forma de compreensão.

Pode até não perceber

Mas anseia o retorno do seu sentir.

Não o retorno da dor, que poesia já virou.

Quer os sentimentos que a poesia causou.

Mesmo sabendo de sua imaterialidade.

Quer que seu sentir seja palpável, concreto, sólido.

Para assim poder decidir se o quer ou não em si.

Epístola - 05

epístola 5

Corretivo ao amigo

 

Não entendes...

Por que não podes ver as minhas lágrimas.

Não entendes...

Por que o som do meu gemer não chega até você.

Não entendes...

Porque não se importa de viver sem mim.

Amigos têm muitos assim.

Não entendes a falta que faz pra mim.

Por que não se permitiu me entender.

Não quis me ver, nem me ouvir.

É muito difícil te ver viver, novas amizades fazer.

E eu? Falta alguma fazer.

Não entendes...

Por que não precisa entender, bom pra você.

Ficar aqui guardada como se estivesse em uma caixa de simples recordações.

Não entendes!

Por que não me tens como amigo como eu tenho a você.

Enide Santos

Gotas vivas

mulher_chorando1

Gotas vivas que deslizam

Que passeiam em minha face

Elas são minhas parceiras

Não que eu queira

São os pingos do meu olhar

São chuvas dos meus olhos

Elas não se importam em fluir

Enquanto dissimulo sorrir

Consigo sentir sua temperatura

Enquanto deslocam-se, para então sumir.

Ainda tenho a esperança de convencê-las

A levar com sigo a minha aflição

Gotas tão poderosas que lavam meu pranto

Que enche de encanto o mais forte dos mortais

Busco

busco

Esteja você onde estiver

Sei que o vento em ti pode tocar

 

Esteja você onde estiver

Sei que o sol a sua pele pode dourar

 

Tento convencer o vento

Para seu cheiro me trazer

Quem sabe assim

Consigo encontrar você

 

Falo com o sol e com o luar

Para em mim e em ti

Ao mesmo tempo tocar

 

Quem sabe assim

A gente possa se fundir

E está busca possa então ter fim

Epístola - 04

images (4)

Fragmentos de mim

 

Cultive, depois extermine.

Crie em seguida elimine.

Edifique, e logo após aniquile.

Como é difícil fingir não sentir.

Mais difícil ainda é ter que acordar todos os dias

Com um único propósito de exterminar o que se sente.

Buscamos tanto os bons sentimentos.

Curtimos tanto quando os sentimos.

Como é difícil extirpar com um bom sentimento.

Ás vezes é necessário, quando ele não é bem aceito.

Quando não pode ser aceito.

Como matar o amor?

Tantos outros sentimentos ruins,

Aqueles que sim, deveriam ter um fim.

Mas não o amor!

Tão difícil matar,

Tão difícil para de sentir

Mas não tem saída, não!

Banir é a única solução.

Liberte-me

liberte-me

Coloque-se ao meu lado

Como em um encanto

Quebre este feitiço

Estou te esperando

Não tenho com desistir

Vou esperar-te sempre aqui

Até você me libertar

Liberte-me

Tire-me desde castigo

CPI Celestial

domingo... 019

Lourdes Santos

 

Você é o “Manual para enganar o destino”.

O destino foi criado para todos menos para você.

Mesmo depois de anos que você foi deixada pela cegonha, ainda há rumores nos céus.

Na verdade tornou-se uma CPI celestial.

Estão tentando descobrir como você conseguiu se esquivar do destino.

Bem! No caso de eu ser convocada para depor, com certeza será o fim deste mistério.

Posso pessoalmente relatar tudo o que vi e ouvi nestes últimos anos.

Embora pequena, mas se transforma em gigante quando quer algo.

Aparência frágil mais vira uma fera se a vida tentar engana-la.

Sou testemunha de anos de corrupção, desfalque, subornos...

Tudo para ter um lar e educar seus filhos.

Pobre destino, acusado, investigado, condenado.

E simplesmente inocente.

Bom! Depois deste depoimento estou sob proteção, pois o destino esta em jogo.

Afinal de contas eu a vi lutar e subornar, eu a vi enganar e corromper.

Eu a vi roubar do destino o direito de fazer o direito de criar o seu próprio destino.

Tornando-se assim:

Lourdes Santos

Quiçá...

Quiçá

 

Talvez eu chore

Talvez eu grite

Quiçá...

Deus me libere do castigo

Talvez se eu pedir

Talvez se eu implorar

Quiçá...

Deus me deixe amar

Não sei o que fiz

Mas peço perdão

Ficar sozinha

Já doeu um montão.

Epístola-03

download (2)

 

Fragmentos de mim

 

Ainda não ouvi o som de minha voz proferir o que sinto por ti.

Ouço só com meus pensamentos

Que se misturam com meus sentimentos.

Quem disse que sentimento não fala?

Que sentimento só sente?

O meu sentimento não apenas fala também grita.

Enlouquece a minha vida.

Esmurra-me por dentro, querendo sair.

Diz-me coisas que não tenho como entender.

Enquanto digo-lhe coisas sem nunca ter pronunciado uma palavra.

Palavras sufocadas com o som de o meu chorar.

Por você não esta aqui pra escutar.

Preciso de ti para extraí-las de dentro de mim.

Preciso livrar-me delas

São pesadas, subjugam, reprimem

Preciso liberta-las

Não podem ser prisioneiras

Transformam-se em angústia, lamentos, depressões.

Como posso tira-las de mim?

Epístola -02

images (2)

Fragmentos de mim

 

Se não der em nada minha história com você, vai doer pra valer.

Pareço ser uma adolescente apaixonada pela primeira vez.

Cheia de sonhos, sonhando todos de uma vez.

Como se nunca mais precisasse sonhar.

Se o que sinto por você não chegar a você, também vai doer pra valer.

Agora já foi não tem mais portas para fechar, eu já deixei você entrar.

Preciso aprender a viver com o que sinto.

Tento ser mais forte que o meu sentir e não o deixar me consumir.

Não sei como vou fazer, mas é urgente isso resolver.

Deve haver uma chave para eu destrancar a porta deste amor.

Agora já foi

Investi todo o meu sentir em você

Já não tem mais saída

Você já é minha vida

Eu nem reparei

Quando percebi

Já não estava mais em mim.

Só via e sentia você.

Por: Enide Santos

Horizonte

267206_268420736594921_725109643_n 

Hoje, amanhã e sempre.

Onde você estiver

Removerei céus e terras

Incessantemente

Zombarei do impossível

Organizarei buscas

Norte, sul, leste, oeste.

Tecerei emboscadas

Encontrar você é a minha caminhada

Epístolas -01

estudo da carta aos corintios

-Fragmentos de mim -

Só assim você olha pra mim,

Emoldurado, com os olhos parados.

Fixos em fim.

Fico vendo sua imagem, elas não diminui o que sinto.

Não querem me ajudar

Não querem apaziguar minha saudade

Alimentam meu desejo.

Sem saber como lidar com isso apenas choro.

Tento acelerar o relógio do tempo

Para que fique mais próximo de eu estar abrigada em teu peito

E que me queira ai tanto quanto eu quero estar.

Que me abrigue em teus braços.

Que não me permita esvazia-los

Queira-me contigo.

Minha alma chora pela sua.

Por: Enide Santos

Foto poema

59412_456512814388130_1363274776_n

Apenas sinta o ar

E deixe a imagem te falar

E sinta nela a poesia

Como demonstra a fotografia

 

Pode rir pode chorar

Mas não deixe de olhar

Veja a terra e o luar

Em um único contemplar

 

Bela à noite

Belo o dia

Bela fotografia

Orgasmo do solo

download (1)

A vagina da terra

Reclamando sua espera

Brigando com a mãe terra

Por seu direito de queimar

Alimentada pela chama

Da insatisfação

Grita causa explosão

Num gozo de purificação

Prêmio Dardos

premiodardos
Sinto-me honrada e profundamente emocionada por ser indicada por Vera Lúcia do blog http://entrepensamentosesentimentos.blogspot.com.br/ ao Prêmio Dardos.
Aproveito aqui para deixar registro a minha admiração pela administradora do blog citado acima. Obrigada Vera Lúcia, por tudo por suas maravilhosas postagens e por sua amizade.
O prêmio Dardos foi criado pelo escritor espanhol Alberto Zambade que, em 2008, concedeu no seu blog Leyendas de “El Pequeño Dardo” o primeiro.
Prêmio Dado a quinze blogs selecionados por ele. Ao divulgar o prêmio, Zambade solicitou aos bolgs que também indicassem outros blogs ou sites considerados merecedores do prêmio.
Assim a premiacão se espalhou pela internet.
Segundo seu criador, o prêmio Dardo destina-se a “reconhecer os valores demonstrados por cada blogueiro diáriamente durante seu empenho na transmissão de valores culturais, éticos, literários, pessoais etc. Demonstrando, em suma, a sua criatividade por meio de seu pensamento vivo que permanece inato entre as suas palavras”.
As regras do prêmio estabelecem que os indicados, depois de dizer quem os presenteou, poderão exibir no seu blog / site o selo do prêmio e deverão indicar outros dez, quinze ou vinte blogs ou sites que preencham os requisitos acima para o recebimento do prêmio.
Segue abaixo os blogs que indico para o recebimento do prêmio:
http://fcipo.blogspot.com.br/
http://teca1954.blogspot.com.br/
http://america-estrelabrilhante.blogspot.com.br
http://almadepoeta.blogspot.com.br
http://esquinadosversos.blogspot.com.br/
http://elderprior.blogspot.com.br/
http://fatuquinhaorganizaseular.blogspot.com.br
http://www.dolcevita.prosaeverso.net
http://tipopensamento.blogspot.com.br/
http://leilinhacomamigos.blogspot.com.br/
http://isabel-meneses.blogspot.com.br/
http://poetaluciabarros.blogspot.com.br/
http://ederliterato.blogspot.com.br/
http://tony-poeta.blogspot.com.br
http://palavresias.blogspot.com.br












Você

Dança-com-Lobos1

Você me parece tão forte tão decidido

Você pra mim é realmente muito lindo

Seu sorriso me fascina

Seu olhar quase me domina

 

Não preciso nem me aproximar

Que seu cheiro vem no ar

Imagino que você nunca olhou suas mãos

Que nunca lhes deu atenção (são adoráveis)

 

Você deixa no ar

Palavras com o som de sua voz

E se pudesse se guardar

Pegaria todas para mim

 

Você pra mim é um encanto

Homem, macho, menino.

É como te sinto

É como te amo

Por fim poema

images (6)

Vivo pensando que estou

Vivendo pra pensar

Por que meu sentir

Não para de falar

 

Fala de amor

E um pouco de dor

Não, na verdade não fala.

Se cala, sufoca, entala

 

Penetra-se em mim

Enfim nasce  pra provar

Que sentir pode existir

Quer ser tema

Por fim ser um poema

Afeição aversão

afeição aversão

Quando se ama o amor

Tem que o ódio odiar

Mas se diz pra o amor

Não se pode odiar

E se diz pra o ódio

Não se pode amar

Se ama odiando

O que não se pode.

Sem poder amar

E nem odiar

Puas do amor

puas do amor

Estava eu a chorar

Encontrei uma rosa

Que comigo quis ficar

 

Encantou-me com seus espinhos

Espetando-me de mancinho

Com todo amor e carinho

 

Não me mostrou

Seus dons

Por que não eram bons

 

Mas de amor entendia

Esta era sua filosofia

Era tudo que eu queria

Ocasião

Idoso(1)

Estranho é viver

Sem vida pra ter

Ter tempo de ver

Mas sem tempo

Pra viver

Tanto tempo

Querendo tempo

Que estranho ter tempo.

De ver o tempo

Sem o tempo me ver.

Seja

317645_154786997950466_724241624_n

Vida imposta

Não é vida

Vida não tem raiz

Vive aqui vive ali

Vida germina da própria vida

Vida é vida não é semente

Por que semente sem vida

É só semente

Você cria a sua própria vida

Fá-la acontecer

Vida não é apenas nascer

Mas a vida pode brotar da vida.

Quando se vive o que gosta

Quando se gosta do que vive.

Então se sente a vida

Se vive a vida.

Banho de amor

gotas1

Você vai saindo de mim em pequenas parcelas.

Com outro contorno, outra figura.

Sai de mim em pequenas gotas.

Que percorrem ainda assim meu corpo.

Que vezes queimam que vezes aliviam.

Não existe outra forma de extrair você de mim.

Só me resta assim

Transforma-lo em lágrimas.

Para que eu possa te chorar.

Quem sabe assim, eu lave você de mim.

Outros tempos

outros tempos

Outros tempos

Outros dias, mesmos dias.

Outras horas, mesmas horas.

Outros sentimentos, mesmos sentimentos.

Apenas passa-se o tempo.

Os dias têm os mesmos nomes.

Às horas os seus sessenta segundos.

Os sentimentos são os mesmo

Passe o tempo que passar.

Ainda que ame ou que vá odiar

Apenas o tempo insiste em mudar.

Eu solidão

Eu solidão

Palavras decoradas com paixão

Ditas apenas para a solidão.

Desejos infinitos

Construídos para serem destruídos

Aniquilados por um vácuo

Que se disfarça.

Que vem de mancinho

Com ar de bonzinho

É um vazio, que não está vazio.

Devorador de cada emoção

Preenche-se de mim.

Em busca de um fim.

Chora poeta

lagrima de poeta - Cpia

Chora poeta

Chora letras de amor

Lágrimas sem som nem cor

Sem olor nem odor

Lágrima de quem não pode sentir

Sentindo por permitir

Lágrimas e poeta nem sempre são

Porque nem sempre estão

Lágrimas que são letras de ilusão.

Chora poeta letras de amor

Borá seus escritos

Deixa a lágrima cair

Chora poeta

Não deixe de sentir

Selo

versatile

Recebi da Dulce Morais do blog http://crazy40blog.blogspot.com.br/este selo de Verstile Blogger que aceito com muito prazer. Dulce morais é uma escritora extremamente sensível e inteligente, que ao apresentar seus textos e poemas mantém uma perfeita estrutura externa,interna e uma perfeita linguagem poética, autora de poesias belíssimas, sensíveis, Dulce morais brilha em cada nova poesia que cria levando consigo seus leitores.

As regras para receber este seu presente são as seguinte:

1. Postar o selo e dizer quem o ofereceu.

2. Postar sete coisas a meu respeito.

a) Sou admiradora da arte da poesia, embora ainda conheça muito pouco, me fascinei com o que já li e tenho sempre necessidade de mais.

b) Sou uma simples dona de casa, que teve poucas oportunidades, mas não deixo barato pra vida, leio tudo que posso com o intuito de aprender e se possível um dia ensinar.

c)  Agora eventualmente faço trabalhos artesanais (Crochê e Pintura em tecido).

d) Leitora de 70 livros policiais da Agatha Christie, Romances de Danielle Steel e recentemente Augusto Cury. Tendo como Preferido o Monge e o Executivo de James C. Hunter.

Sou fascinada nos livros da Bíblia Sagrada.

e) Sempre escrevi meus sentimentos e pensamentos mesmo sem saber que o que escrevia era poesia, ainda que sem suas regras e pontuações.

f)  Agora através da minha Necessidade de descrever os meus sentimentos e pensamentos possuo 2 blogs e me dedico assiduamente a eles, divulgando-os no Facebook e no Beco dos poetas.

3. Oferecer o selo a quinze blogs

http://gospelcantinhodaione.blogspot.com.br/

http://jornaldacidadeonline10.blogspot.com.br/

http://esquinadosversos.blogspot.com.br/

http://cantinho-da-cynara.blogspot.com.br/

http://fulviocandido.blogspot.com.br/

http://bardoludico.blogspot.com.br/

http://escritosepoesia.blogspot.com.br/

http://elderprior.blogspot.com.br/

http://dependentwomen.blogspot.com.br/

http://poesiaemblog.blogspot.com.br/

http://poesiasdoaugusto.blogspot.com.br/

http://poesiasdoheleno.blogspot.com.br/

http://luabranca53.blogspot.com.br/

http://sopenumbra.blogspot.com.br/

http://carloslobato50.blogspot.com.br/

Perceba

Perceba1

Achas que só o amo

Quando falo pra ti?

Que às outras horas

Os outros dias

Ausento-me de mim?

 

Achas que só o amo

Quando olho pra ti?

Que às outras horas

Os outros dias

Não fico em mim?

 

Achas que só o amo

Quando penso em ti?

Que às outras horas

Os outros dias

Desuno e vou dormir.

 

Compreendas que o amo

Quando rio e choro.

Quando durmo e acordo

Quando falo e calo.

Emana

Emana

Vem me melhorar

Nasça, deixe de ser uma história.

Vem me completar

Não deixe pra outra hora

 

Vem, vem me usar.

Aborde-me, invada meu ser

Não se prive de amar

Eu deixo você fazer...

 

Emana, rompa esta magia.

Surja diante de mim

Não como fotografia

 

Não deixe o sentimento partir

Abrolhe,apareça,nasça

Ajude-me passar a existir

Afaste-se

fuja de mim 

Fuja de mim

Enquanto pode

Enquanto ainda, não vi o teu olhar

Depois não terá como escapar

 

Retire-se

Enquanto pode

Depois que eu sentir tuas mãos em mim

Não terás mais como fugir

 

Desvie-se de mim

Por que eu ainda, não te toquei.

Por que quando eu, em você tocar.

Nunca mais me esquecerá

 

Saia furtivamente

Não vou me importa

Por que se não fugir de mim

Vou te sufocar, de tanto te amar.

Seu próprio agressor

seu próprio agressor

Eu não a vi nascer, mais a vi crescer.

Vi mudar de menina para mulher

Vi mudar de inocente pra...

Construindo suas histórias, aprendendo a contá-las.

Vi-te desde que tem treze anos

Compartilhamos todos esses anos

Sorrimos e choramos e também nos ensinamos.

Diz o ditado que cunhado não é parente, mais não no seu caso.

Todos esses anos você foi adotada e nos adotou,

E nos tornamos sangue do mesmo sangue.

Já analisou tudo o que você conseguiu construir?

Pode parecer pouco mais não é...

Olhe bem ao seu redor e analise,

Se mais você fez chorar ou rir?

Se mais construiu ou destruiu?

Se mais amou ou odiou?

Todas essas perguntas não são difíceis de responder,

Difícil mesmo é saber se a resposta é a que você quer.

Você ainda tem muito a fazer principalmente por você

Precisa deixar de ser o seu próprio agressor.

Palavra chave

Palavra chave

Coloquei meu amor para dormir

Por muitos anos e ali ele ficou

Dei uma pausa em meus sentimentos

Proibi-me muitas coisas

Evitei pensar e falar de amar

Mas com uma única palavra

Você o fez despertar

E agora o meu corpo queima por inteiro

E não domino mais os desejos

Meus pensamentos

Lembra-me a todo o momento

A palavra do despertar.

Boca da noite

boca da noite

Amedronta-me tanto o anoitecer

Por que é quando consigo perceber

Como é difícil viver sem você

Já está ele ai chegando

Minhas lágrimas já vão se formando

Esperando a hora de nascer

Agora começa a batalha

Rolando no leito sem perceber

É a boca da noite quem consome

Mais um dia do meu viver

E entrego-me assim ao anoitecer.

Esperando o amanhecer.

Brincos de princesa

379119_179428042153028_283116392_n

Revirando os pensamentos

Procurando com olhos atentos

Pensamentos, sentimentos

Prantos saem da profundeza do ser

Mas não leva com sigo sua razão de ser

Em sua existência, uma trás a outra.

Não sei se elas apenas brotam

Se apenas rolam

Se apenas escorrem

Escorrer, brotar ou rola, não sei.

Sei que as sinto

Permitem marcas por onde passam

Deixam marcas de onde vem.

Este foi o fim

298596_147904705305362_276174400_n

 

Não me resta tempo pra esperar

O brilho de minha pele esta sumindo

Os meus olhos quase dormindo

E nada de você chegar

 

Uma vida inteira aqui fora

A espera de poder te amar

Mas agora é chegada a hora

De pra sempre descansar

 

Foi grande minha caminhada

Na tentativa de te encontrar

Agora é fim de estrada

 

Não tem por onde voltar

Queria ficar dentro de mim

E não deixar ser este o fim

O que é esta dor?

253588_265389460231382_1845233919_n

 

Porque doer e não sentir de onde vem?

Por que tamanha dor?

Fazer forças para que as lágrimas rolarem

Para acalmar o coração.

Que dor é esta que não tem nome?

Procuro e não descubro.

Enfileiro os meus sentimentos um a um

Saudade, solidão, desilusão...

Qual a razão?

De que lugar vem?

E para onde quer me levar?

Que dor é esta que correi a minha vida?

Que leva a minha alegria e nem consigo chorar?

Aperta o meu peito me deixa em desespero.

Eu não sei o que é.

Somente sei que sinto!

Que dor é esta?

Carinhos confusos

carinhos confusos

Guardo em meu corpo carinhos confusos,

Que não tenho para quem dar

Eles me causa angustia e desgostos

E me fazem chorar

 

Mostram minha solidão

Que de mim não tem compaixão

Mistura minha realidade com ilusão

E não me trazem nem uma solução

 

Distraiu. -me com o tempo

Brincando com a solidão

Invento um sentimento

Busco uma razão.

Noites assim

0-0-0-0-a-0-0-0-0-0-1-0-ela-deitada-cama-costas-tatuada

Faço coisas sem sentir

Agarrando-me ao travesseiro

Deixo a saudade me invadir

Somente para sentir seu cheiro

 

As noites eu rolo na cama

Com o coração tão magoado

Tento recupera minha calma

Recordando do passado

 

Vasculho minha vida então

Procurando uma recordação

Que me leve à razão

 

Encontro-me com a solidão

Querendo preencher minha vida

Sinto muito solidão hoje não

Ausência

541294_3249271211268_543553067_n

 

De que verdadeiramente é feito o amor?

De presença?

Não pode ser!

Como se ama tanto uma ausência?

Assim como eu amo você.

Você nunca esteve aqui.

Eu nunca te vi.

Nunca te toquei

Mas parece que sempre te amei.

Dizem que o amor é feito de presença.

Mas como?

Se te amo tanto em sua ausência?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...