Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

Coisas impossíveis do amor

Coisas impossíveis do amor

Calar palavras já contidas nos lábios

Aniquilar momentos solvidos pelo olhar

Modificar um aroma, gravado na mente.

Findar a buscar pelo o som do falar

 

Deixar no esquecimento cada momento

Retirar do existir todas as sensações

Arrancar do peito o punhal da lembrança

Que permanece, cravado na carne da alma.

 

Como impedir o choro de vir?

Como evaporar uma lembrança,

Aquela que constrói a saudade?

Como silenciar e aceitar, que não há respostas?

 

Coisas impossíveis do amor

Só acontecem quando o amor é de verdade

Quando a outra parte

É sonho e também realidade.

 

Enide santos 03/04/13

6 comentários:

  1. No amor tudo é maravilhoso, quando ambos voam no mesmo espaço. Lindo demais amiga. Bjus
    => Gritos da alma
    => Meus contos
    < => Só quadras

    ResponderExcluir
  2. Coisas impossíveis do amor, mas que podem se tornarem possíveis de se acontecer. Lindo poema. Abraços

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Parabéns pelo Blog!

    Se puder, visite o meu:

    www.giovanipasini.com.

    Já sou seu seguidor...

    Att.

    ResponderExcluir
  4. Lindo, amiga!

    Só quem ama sente. coisas impossíveis de esquecer que ficam gravadas na alma.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá Querida Poetisa.
    E por falar de amor... O amor só acontece como em teus versos.
    "Na transparente mutualidade dos desejos.
    Do desejo de amar, a outra metade.
    Da suave escuridão, as estrelas.
    Dos braços do mar, a areia.
    Das bocas, a outra metade do beijo.
    Da sensibilidade das partes, a harmonia do todo.
    Falando no amor verdadeiro.
    A outra metade da verdade de amar."

    Read more: http://interludioepoesias.blogspot.com/search?updated-max=2009-08-07T20:34:00-07:00&max-results=12#ixzz1ZgvDJAM6

    ResponderExcluir
  6. Delicado e verdadeiro. Muito bonito . Um abraço Enide.

    ResponderExcluir

É maravilhoso poder descrever sentimentos, e poder dividi-los
Agora aguardo ansiosa seus comentários.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...