Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

Epístola-10


418840_141793162657504_1177417123_n

Fragmentos de mim


 

Nas cavernas das horas


 

Entre as ruínas do tempo, meu intimo geme.

Não posso evitar este sofrer.

Tem que ser!

Que seja!

Que venha!

Mas não estarei posta.

Terá que me invadir ereta

E as lágrimas que tiverem que brotar, desçam.

Mas desçam em linha reta

Brotem, mas corram como um rio.

Que nada o impede de ir à busca de seu mar

Que caiam no colo desabe no solo.

Sem se aperceber de secar ou embeber

Não me esconderei nos escombros das horas

Viverei cada um destes destroçados instantes, dignamente.

Estou bem resolvida com esta minha dor

Já sabia que ela iria chegar

Sabia que estava a me sondar

Tentei me abastecer de tudo em você.

Mas esta saudade tinha que acontecer.

Que seja então.


 

Enide santos 13/06/13

(Ir) real

601961_581460805206861_766450298_n

Hoje ao acordar um sonho

Veio me atormentar

Sei que não sonhei

Apena acordei e ele estava ali

Diante de mim

Tomava todo meu olhar

Eu o olhava

Como se eu fosse um grande deus

Olhando o imenso mar

 

Eu vi meu sonho

Não era pessoa

Não era luz

Não era um objeto qualquer

Era meu sonho

Sob as águas

Como que micróbios

Eu podia vê-los latejarem

Através das águas

 

Dentro do mar

Como cardumes

Cada sonho meu

Lutando para se realizar

Eu vi meu sonho concreto

Absolutamente palpável

Visivelmente sensível

Estavam ali diante de mim

Querendo existir.

 

Enide Santos 14/06/13

Triste?

391769_519326988081112_1925987294_n

Aqui curtindo

uma tristezinha

daquelas bem

facinha de resolver

mas vou pensar na vantagem

que ela veio me trazer.

 

Aqui de mão

com uma tristezona

daquelas complicadas de resolver

mas vou me apoiando

com a coragem que tenho

para dela me desfazer.

 

Pode acredita há vantagens

que só a tristeza pode te dar

Faça dela uma transformação

Nem sempre a alegria é de confiança não.

Triste?

Sim!

Mas de bem com a vida.

 

Enide Santos 09/06/13

Epístola - 09

9102_3940852479109_870917377_n

Fragmentos de mim

 

(Im) possível esboçar

Algumas vezes acontece de eu escrever, escrever sem parar.

Vou sentindo e tentando dar vida ás minhas emoções através da escrita

Algumas vezes paro sem terminar, desacreditando do meu sentir.

Penso: Isso já tem igual, alguém já sentiu!

Mas isso não pode ser! Como alguém poderia já ter sentido?

Este sentimento é meu, ninguém pode sentir.

Isso não é plagio não! É meu sentimento minha imaginação.

São momentos de meu sentir, que igual nunca poderá existir.

Podem ter o mesmo nome, saudade, alegria ou amor.

Podem ter causas parecidas, situações semelhantes.

Mas esta não! Esta é minha emoção.

Nasceu de mim (in) voluntariamente.

São causas de minha (sobre) vivência.

Absorta em meus pensamentos vem à tona (plagio de sentimento).

Agora, eu mesma querendo me condenar e nesta (in) pressão vou me safando com minha vida na mão.

Não há palavra ato ou ação que possa tracejar.

Nada que eu diga nada que eu faça não tenho como provar.

Posso até dizer, lágrimas e sorrisos manifestar.

Mas meu sentir é somente meu não tenho como esboçar

Enide Santos 25/05/13

Convite

67964_329695137134147_858511095_n

Ás vezes não consigo controlar a emoção de poder ver meus escritos voando pelo mundo.
Este livro contém alguns de meus poemas.
São meus pensamentos, são meus sentimentos,
que agora voam livre como sempre quiseram estar. Já não estão mais encarcerados em mim, agora fazem parte de uma viagem que pode ser desfrutada muitas e muitas vezes, por muitos e muitos leitores.
Fica aqui o meu convite a todos os meus amigos e amigos de meus amigos para que conheçam algumas novas e maravilhosas formas de poetizar.

Adquira agora seu exemplar da antologia no site:

VOARA NA POESIA

http://voarnapoesia.blogspot.com.br

A tal liberdade

734779_116354265206712_86501161_n

Na verdade

somos todos prisioneiros

da nossa liberdade.

 

O fato é que quando

tentamos nós mostrar livres

já estamos por perder a

liberdade de nos guardar.

 

A liberdade é só uma chave

que procura o que abrir

Como o livre arbítrio

que hora existe aqui

outras horas, existe ali.

 

A tal liberdade

é na verdade uma prisão

pois temos que empunhar

nosso direito, nossa razão.

 

Ser livre é viver se livrando

Mas antes assim

que viver lamentando.

 

Enide Santos 24/04/13

A tal da felicidade

601042_485899188141000_389596576_n

Se for ou não chegar minha vez

eu não sei...!

Mas estou esperando com dignidade

com lágrimas ou com sorrisos, tanto faz.

 

Se for ou não chegar minha hora

Sei lá...!

Mas eu não vou ficar parada esperando

vou vivendo o que tenho...!

Não quero estar amarga quando meu dia chegar.

 

Se for ou não acontecer

não me importo...!

Só não vou ficar aqui, falando com um reflexo sem emoção

que nada saber fazer a não ser deixar de existir se eu não estiver aqui.

 

Se tiver algo para acontecer, que venha me buscar.

Porque eu...

estou esperando enquanto vivo

mas não vivendo para espera.

 

Enide Santos 20/04/13

Minha poesia

45764_572606109425664_1155267876_n

Minha poesia

aquelas que ronca

a noite toda

e resmungam todo o dia.

 

Que bom seria

se ao meu despertar

eu pudesse me deparar

com você minha poesia.

 

Ah! Quem me dera

meus versos declamar

para aquele que sempre

em meus sonhos vou buscar

 

Não sei quantos

sonhos criaria

só para sonhar

você minha poesia.

 

Enide santos 22/04/13

Pura nostalgia

205919_301035856666742_739558905_n

Talvez hoje amanheça

para todos menos para mim

Talvez por estar triste

com o coração cheio de saudades

 

Talvez hoje o entardecer

nem queira acontecer

Talvez eu deva parar de resistir

deixar logo vir esse choro

que esta prisioneiro e fere o meu sentir

 

Talvez hoje anoiteça

para todos menos para mim

Ou talvez eu deva deixar esta tristeza

logo me invadir

fazer o que tem que fazer e se ir

 

Talvez eu deva ser eu mesma

e admitir...

que é muito triste não ter você aqui.

 

Enide Santos 21/04/13

Apta para amar

483929_549975325022076_323486493_n

Assim que eu sarar de você

novamente vou me apaixonar.

Isso não é falta de pudor

é necessidade de amo.

 

Assim que eu melhorar de você

em outros braços vou me perder.

E nem ouse me dizer

que isso é não devo fazer.

 

Assim que eu me curar de você

novos episódio vou escrever

nesta minha única vida

que não depende de você.

 

Enide santos 21/04/13

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...