Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

Nesga de vida

nesga de vida

Adornos alvos como nuvens

Ornam a cabeça

Nas linhas visíveis da cútis

O deslizar das lágrimas

Agora encontra barreiras

 

A pele tornou-se papel

Para que a vida marque

Com tua caneta (Tempo)

Rabiscos (Rugas)

Em forma de raízes

 

Olhar agora distante

Repleto de lembranças

Sentindo que viveu

Tudo que a vida lhe deu

 

Agora usufrui de cada nesga de vida

Tendo a certeza de que o

Coração não sabe envelhecer

Quer simplesmente vive

 

Enide Santos 02/02/13

Toque

Toque

Você pode tocar

De todas as formas possíveis

Que o toque pode lhe proporcionar

 

Mas somente será pleno

Quando realmente for sentido

Da forma que o toque for oferecido

 

Não é algo fácil de realizar

Porque a sintonia tem que encaixar

Na transferência do sentir

A perfeita captação tem que existir

Sentença

Sentença

 

O pensamento permanece

Mesmo com a vida se esvaindo.

De tudo que temos...!

De tudo que tanto desejamos...!

 

No ultimo momento

Só resta o pensamento.

E ele só termina, quando em fim...

Finda a vida.

Dentro de mim

Dentro de mim

Amo estar dentro de mim

Falando comigo

Descobrindo meus sentidos

Curando meus abismos

 

Gosto de me ver por dentro.

Como sinto...!

Como penso...!

Ás vezes me invento.

 

Sentindo-me aqui...

Dentro de mim...

Percebo a imensidão que sou.

Retraiu qualquer dor.

 

Estando dentro de mim

Não percebo o tempo passar

Onde posso rir e chorar

Sem ninguém pra me assolar.

Gritos em mim















Ás vezes a poesia grita
Grita gritos sem sentido
Como se gritasse comigo
Acreditando ter seu abrigo

Exige-me a ambição de aprender
Designa o sonho de escrever
Implanta em mim o desejo de entender
Suaviza-se ao descrever

Às vezes a poesia fala comigo
Fala palavras sem sentido
Com rimas em bramidos
Fazendo de mim teu jazigo. 
Enide Santos 17/01/01/13

Conclusão














O tempo passou e você nunca chegou
Por tanto tudo tem que ser esquecido
Por não ter sido vivido
Apagar uma lembrança
De um passado que nunca existiu
É tão frustrante ter que te esquecer!
Sem nem te conhecer
Ter que esquecer-me
De um toque que nunca aconteceu
Não, não é esquecer!
Na verdade é me desfazer de um desejo
Cancelar um sonho que não se tornará real
Extinguir a fragrância que fantasiei de ti
Pedi parte de mim, que nem ao menos conheci.
Ah! Não conheci teus braços
Não me envolvi em teu abraço.
Teus olhos, eu não pude ver.
Não parei diante de você.
É, foi isso que vivi!
Uma fantasia de ti.
Enide Santos 06/12/12

Com carinho para minha amiga: Sandra Regina Schoenardie

Aurora rapina















E todas as noites te (re) faço
Com meu (in) tenso amor
Mas o amanhecer sempre me rouba você
(Re) crio novas possibilidades
Para (re) viver você

(Re) crio teu olhar
Aquele que te faz existir
E que o amanhecer...
Nunca poderá tirar de mim
Enide santos 15/01/13



(Re) vitalize



















Abarrote-me com teu vigor.
Dispa-se diante de mim
Conduza o calor do meu corpo
Vestindo-me com tua pele

Causando-me a sensação de ser eterno
Rejuvenesça os meus dias
Dando brilho aos meus olhos
Seja o volume em meus braços

Introduz-me teu perfume
Ofusque meu passado
Ignore o decrépito
Busque-me de dentro de mim

Enide Santos 11/01/13

Era sedutora


















O que me encanta no tempo
É o poder de se triplicar.
Presente, passado e futuro.
E é assim que gira o mundo
Mudando a cada segundo

O que me atrai no tempo
É a força que causa o momento.
É a cor que dá pra mundo
Que muda a cada segundo
Dependendo de como se vê

O que me cativa no tempo
São as asas, que em mim pode arraigar.
É a alegria de uma dor agora fria
A mutação de cada estação
Ou o instante que dispara o coração

O que me fascina no tempo
É o poder de transformação
E a perfeição que da para a vida
Tornando-a uma eterna ocasião
Enide santos 07/01/13

Doa-me



















Doa-me um momento de sua vida
Ele será tão precioso pra mim

Brinda-me com som de sua voz
E a farei ecoar eternamente

Oferta-me um toque seu
E renascerei em muitas vidas

Conceda-me um olhar
Um único olhar
E eu serei imortal.
Enide Santos 03/01/13

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...