Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

Mostrando postagens com marcador Depoimentos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Depoimentos. Mostrar todas as postagens

Obstáculo

images

As dificuldades de se vencer um obstáculo,

Ás vezes vão se tornando maiores e mais fortes.

Não se desespere, não desista.

Se estruture, recupere suas forças;

Vença as dificuldades com sabedoria;

E lembre-se:

Os obstáculos da vida quando são vencidos,

nos fazem cada vez mais fortes.

Mas se deixarmos a ignorância do poder subir a cabeça, vamos nos tornar um obstáculo na vida de alguém.

E não é isso que queremos.

Não se desvie do seu objetivo,

Suprimir os obstáculos, é a sua meta.

Rascunho meu companheiro


images

Nunca se sabe que resultados virão de suas ações.

Por tanto, sempre procuro um tempo para me conhecer.

Ás vezes, fico um pouco assustada com meus pensamentos.

Alguns me fazem mal.

Sinto-me orgulhosa de mim, por lutar tanto contra eles

E fazer sobressair somente os melhores, não é fácil.

Nos momentos complicados de minha vida

Eu tenho que me virar sozinha, comigo mesma.

É ai que entra o rascunho meu companheiro.

Desabafo escrevendo somente, para tentar entender tudo que penso.

É como se falasse comigo mesma.

Eu mesma me acuso, eu mesma me absolvo.

Eu choro e eu mesma me acalento.

Sou fraca, sou forte.

Me deprimo com meus medos, mas  dou-me força.

Ás vezes, acredito ter personalidades diferentes.

Mas a que age no dia a dia, é simplesmente o equilíbrio das duas

EU

Apanhando da vida

imagesy

Já se nasce apanhando,

É a primeira pancada que você recebe.

Abre os olhos e chora.

você é cuidado, lavado e amamentado.

É assim que tudo começa.

A partir daí, tem  que chorar para conseguir o que  precisa.

E a vida prossegue assim, sempre assim.

Depende de você, conquistar tudo que quer.

Você só tem o direito de chorar quando bebê.

Porque, depois que aprende a falar,

Também aprende a lutar.

Pois se a vida bate, aprenda a se defender.

Uma das armas mais poderosas para essa luta diária, é o amor.

Use com sabedoria, que jamais ficará sozinho.


Apanhando da vida.

Ultima mamada



Você, foi arrebatada e de mim foi tirada.
Desfrutei do prazer de ficar com você, por um ano e três meses.
Ainda estava sendo amamentado e nem fui avisado que perderia você.
Sabe! Se eu soubesse que seria aquela a minha última mamada,
eu teria aproveitado mais e por mais tempo.
E talvez, eu não tivesse sentido tanto sua falta.
Ainda por muitos dias, eu procurei a mamada seguinte,
mas ela nunca mais veio.
Na verdade, no começo eu nem queria pegar.
Mas assim que aprendi, eu só queria mamar.
Enquanto eu mamava, era o seu rosto que eu admirava.
E aos poucos eu percebi, que enfim te conheci.
E crescia o meu amor.
Mas infelizmente.
Você foi arrebatada e de mim foi tirada.
Sem entender o que acontecia, só me restava chorar.
E chorava o tempo todo.
Queria poder fazer com que o som do meu chorar,
fosse uma fórmula mágica e você fosse buscar.
Mas quanto mais eu chorava, mais sentia sua falta.
E os dias se prolongavam e nada de retomar a
                                   minha mamada.

Perco procurando




Já estou me aproximando dos quarenta anos,
Os meus pensamentos mudaram muito.
E inacreditável como são mais loucos.
Tenho medo de tudo e tenho coragem pra tudo.
Eu sei que é difícil entender.
Os sons do mundo às vezes são reais.
Às vezes, são frutos da minha imaginação.
Meus sonhos mudam a cada dia, mas seguem a mesma direção.
Perco-me, procurando soluções para os problemas.
Começo ter longos diálogos comigo.
Percebo, que eu quero e preciso me sentir útil.
Tenho sede de aprender, para poder ensinar.
Tento sempre observar o melhor em tudo.
Acreditando que talvez, aprenda algo que venha a ser útil para mim ou para outros.
Procuro dentro da minha alma, alguma maneira de aliviar minha dor.
Sei que não sou forte como tento me convencer que sou.
Mas sei que tenho o poder de tentar e ás vezes me perco procurando.
                                                  

Sendo mãe




Eu procuro não desistir de nada.
Apenas escolhi o que é melhor para mim,
Eu escolhi ser mãe e tentei fazer o melhor.
Procurei tudo que pude, para ser uma boa mãe.
Foi sendo mãe, que peguei meu primeiro diploma.
Sendo mãe, eu fiz universidade da vida.
Aprendi e ensinei lições que a vida me impôs.
Foi sendo mãe, que aprendi a ser filha, a ser irmã.
Sendo mãe, percebi a diferença entre colega e amigo.
Hoje eu sei com certeza, que preciso aprender mais.
Muito mais e nunca será o suficiente.
Justamente por isso, que eu procuro nunca desistir.
Eu escolhi ser mãe e vou fazer o
                                                    Meu Melhor.

Gritos do mundo



O mundo inteiro grita e eu posso ouvir.
Ás vezes, não sei dizer o que é real ou o que é fruto de minha imaginação.
É um luta diária, para classificar cada som.
Muitos dos sons que ouço, são construídos pela minha mente.
Procuro me manter sempre conectada com a realidade.
Não me deixo levar com as dores da vida.
 Pois elas são as principais responsáveis pela maioria dos gritos.
Na realidade, os gritos existem, mas depende de nós para interpreta-los.
Depende de como nós sentimos no momento.
Nos dias em que me vejo preocupada ou com medo;
Sempre ouço os gritos do mundo.
Hoje, já aprendi a lidar com estes sons.
Por isso estou descrevendo meus pensamentos;
É isso que faço para me manter consciente de que a minha mente, ás vezes me mente.
Sei que tudo isso faz parecer que sou doente da mente, eu não sei se sou.
Só sei que, desde que me tornei mãe, deixei de ouvir só para mim ou por mim.
Só consigo ficar tranquila quando estou junto das minhas meninas.
Bom, agora também tem meninos.
Já deu para entender porque tenho a mente doente.
Doente de amor.                                                   09/04/2012



Pedacinho



Ainda que eu não pudesse, te amaria mesmo assim,
Você, é o complemento que faltava, não apenas na minha vida.
Peço a Deus, que te traga com muita saúde.
Que nos de o dom de ensinar a você.
Sei que eis um pequeno pedacinho.
Mais acredite, eis o pequeno pedacinho mais amado desse mundo,
Você está sendo produzida, dentro de um ser humano maravilhoso.
Quero te ver crescer,
Quero poder te amar a cada dia,
Acredite, vamos te encher de carinho.
É inexplicável, como pode-se amar alguém que nem conhecemos.
Pequeno pedacinho de mim.
Estamos te esperando, saiba que já estamos loucos de amor.
Estamos nos atropelando, quase que disputando quem vai te amar mais.
Falamos de você o tempo todo,
Estamos cada um em seu lugar, mesmo assim, todos juntos,
Preparando o mundo para sua chegada.
Uns pintando, costurando, tricotando,
E até mesmo sonhando.

Lívia Marina

Sonho real



No decorrer de minha vida, muitos sonhos se atropelarão.
Sonhei com sonhos, que não era para mim.
Demorei alguns anos para entender isso.
Contentei-me em trocar um sonho, por outro e por outro...
Enquanto isso, os anos foram passando,
E parei de trocar os meus sonhos.
Comecei a viver a minha realidade, fosse ela boa ou complicada.
Minha realidade se tornou o meu sonho,
E assim, pude vencer todos os dias, as minhas noites.
E ao acordar a cada dia, sobrevivi a cada sonho que ficou para trás.
Como posso reclamar de alguns sonhos que ficarão no passado,
Se o presente me deu tudo que eu precisava?
Tive tudo que qualquer ser humano, com um pouco de humildade poderia querer,
Tive três sonhos que não parei para sonhar e mesmo assim, eles se realizaram
Eu nunca poderia sonhar e fazer se tornar real, ter tido o grande privilégio, de ser a mamãe de Jaqueline, Soraia, Renata.
     Esse sim, é um sonho lindo e real!

Não precisa ter medo de vir



Quase tudo que aprendi, foi mesmo assim;
É incrível que, mesmo antes de você nascer, já me ensinou tantas coisas.
Já me fez ver, que sou mais forte que pensava ser.
Fez-me amar-me, admirar-me, por superar situações insuperáveis.
Eu já te amo, de uma forma inexplicável.
Não precisa ter medo de vir.
Traga pra mim, o que veio trazer.
Estou esperando, mais forte que nunca;
Mais preparada, muito mais.
Somos muitos, para te sufocar de tanto Amor.
Não precisa ter medo de vir.
Para: Crystian Augusto Santos da Silva


Amor de Vó



Neste mundo em que vivemos, não podemos nos dar o luxo, de dispensar um amor.
Mas ás vezes, o melhor mesmo é fechar os olhos para alguém, que quer nos amar.
Mas, não podemos aceitar.
Ter que negar este amor, significa que amamos muito mais que podíamos amar.
Não que eu não quisesse seu amor, eu o queria muito.
Mas queria que você aprendesse a me amar como sua vovó.
Foi muito difícil correr dos seus olhinhos.
Foi muito difícil fingir, que você não estava me procurando.
Eu corri do seu amor, para que você pudesse amar sua mãe.
Ás vezes, eu te cuidava, fingindo que não estava vendo os seus olhos me amando.
Eu corria para longe para chorar, eu nunca soube se chorava de tristeza ou de alegria.
Só sei que, tudo era muito difícil.
Escrever seu nome nas páginas de meu diário, é um sentimento que não tem nome.
Pensei que já tinha amado de tudo e de todas as formas, mas me enganei.
Você me trouxe uma nova e maravilhosa forma de amar.
É uma delícia me esconder deste amor que, mesmo sem entender, você quer me dar.
Eu preciso do seu amor de Vó.
Preciso ver você amar sua mãe.
Perdoe-me, porque, ás vezes eu não sei o que fazer.
Sei que te amo.
Sei que amo sua mãe, é tudo que sei.



Doe um pouco de você


                                 

Doe um pouco de você e verá que quanto mais se vive, mais se aprende.
Se prestar atenção, é claro!
Estamos sempre muito atarefados, o tempo inteiro.
Nunca temos muito tempo para olhar para o lado e identificar alguém, que, anseia por um pequeno instante de atenção.
O vai e vem do dia a dia, ás vezes, não nos permite olhar para o lado.
Mas se por um pequeno instante você olhar ao seu redor, verá um mundo totalmente diferente.
Doe um pouco de você e verá pessoas tristes sorrindo, pessoas fracas lutando, pessoas fortes desabando.
E tudo isso, em fim, é apenas a vida se aplumando.
No semblante da vida, somente destaca-se o que se quer no momento.
Não é importante ver e nem ouvir a mais ninguém, a não ser o seu próprio eu, o eu estou ocupado, eu estou com pressa ou o que eu ia poder fazer?
Os nossos antepassados correram tanto atrás da liberdade, lutaram para que hoje, nos pudéssemos ver, ouvir e falar tudo.
Mas nossa geração, não entende o que é liberdade.
Acreditam que ser livre, é poder destruir tudo e todos.
Seja com palavras ou com ações.
Dê uma pequena oportunidade para a vida, e ela lhe mostrará um mundo muito melhor que o seu próprio eu.
Um mundo, onde você poderá ser útil de verdade.
Dê uma pequena chance para os seus olhos se abrirem de verdade.
Olhe em torno de você, quantas pessoas estão sofrendo e ás vezes precisando somente de um olhar?
Não significa que temos que nos sacrificar o tempo todo, mas sim, quando formos solicitados, seja por animais, pela natureza ou por pessoas.
Doe um pouco de você, e será como uma poupança para a sua vida.

Dormindo em pé



Dormindo em pé
O que leva um ser humano a deixar de perceber que é humano?
Não enxergar mais os dias e nem as noites.
Desaprender a amar
Não ter sonhos
Não se importara com nada,
E dormir em pé.
Como chegou a isso?
Noite após noite
Dormindo em pé.
Encosta-se a algum lugar que julga ser segura e...
Dorme em pé.
De onde vem?
Tem algum lugar para ir?
Como chegou aqui?
Porque está aqui e assim?
Como deve ser penoso para um ser humano, dormir em pé!
Por quê?
O que fez para merecer isso?
Será um homem?
Será uma mulher?
Quem será você?
De onde veio?
Qual será sua história?
Dormindo em pé, talvez por medo de sentir medo.
Será que vai ser sempre assim?
Vai anoitecer, vai vestir-se com todas suas roupas,
Ou é para não sentir frio ou por medo de que as roubem.
Enrola-se toda ate cobrir o rosto e dorme mais uma noite em pé.
Mesmo assim não desiste de viver.
Ainda que tenha que dormir eternamente em pé.

História real dia 22/04/2010 ás 05h40min
Em frente ao Hospital Tide Setubal em São Miguel Paulista- SP


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...