Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

Moça bonita
















Ah, moça bonita!
Quando tu ainda
Florescias em minha sina
Lambuzava-me de tanto te olhar.

Ah, garota linda,
Que sorrisos sabes dar!
Eu não os pego
Pois não os sei aprisionar.

Mas às lembranças me entrego
Destes teus sorrisos ternos
Que aos poucos me tira o ar.

Ah, moça bonita!
Tua formosura me excita
Teu traquejo me irrita
E de cócoras faz-me ficar.

Jovem donzela
Rouba de mim grande parcela
Compreendes ser a bela
Não se inibi em tripudiar

Rapariga volátil e exibida
Que a mim apenas incita
Saboreando atormentar.

Pequena senhorita
Linda e febril
Ama saber
Que a ela sou servil.

Enide Santos 27/05/15



5 comentários:

  1. Desejável! Muito lindo.
    grandeabraço

    ResponderExcluir
  2. Bom dia.Que linda moça descrevestes.Parabéns pelo atraente texto.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. parabéns linda moça, bela poesia

    ResponderExcluir

  4. Gostei do poema.Mexeu comigo, é sensual.

    ResponderExcluir

É maravilhoso poder descrever sentimentos, e poder dividi-los
Agora aguardo ansiosa seus comentários.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...