Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

Triste sina

1011199_422804371156556_399426502_n

Triste sina está minha,

de viver sem ter amor.

Esperança ingênua tinha,

de encontrar o meu tutor.

 

Retraído e em segredo,

o destino me confessou.

Fez da vida um brinquedo,

e a minha sorte, extraviou.

 

Crueldade para comigo,

que tanto busco por ardor.

Até parece que é castigo,

perdurar sem meu amor.

 

Minh’alma triste e sofrida,

do sonho se desencantou.

Agora vaguei pela vida,

Remoendo o que restou.

 

Enide Santos 23/04/14

O outro lado - 02

934649_165848776910479_1978936013_n

Solidão

 

Sou mais uma a ser condenada

Sem se quer ser julgada.

Nunca fui amada

Às vezes desejada.

Mas apenas como meretriz.

Minha presença assola

Inibe a qualquer outro sentir.

Alimento-me do seu pensar.

Aspiro seu ar se você deixar

Limitando assim o seu respirar

Reprimo seus desejos

Devoro os seus sonhos

Rio da sua existência

Se deixar, até por ti irei pensar.

Tudo isso só acontecerá

Se você deixar

Assim sendo, quem poderá me condenar?

 

Enide Santos

O OUTRO LADO - 01

 

images (1)

Sombra

 

Sou a ausência da luz

Mas nem por isso sou ruim

Não me revista de capuz

Descubra beleza em mim

Pinto outro espaço

Com minha silhueta

Não sigo compasso

Mas sigo ampulheta

Beleza pra mim

Não tem valor

Por que o que importa

É o contorno que dou.

Sou fria, calada e vazia.

Como uma fotografia.

 

Enide Santos

Quem?

1379686_568752906527456_275844008_n

 

Dança com as noites,

sem sair do lugar.

E a chuva já passada,

ainda a faz respingar?

 

Molha as flores,

que ainda vão brotar.

E lança-lhes perfumes,

que exalam pelo ar?

 

Quem...

Abstrai da luz,

gotas de escuridão.

Só para valorizar,

a força do clarão?

 

Seduz no grito,

sem nem um som ecoar

E com um único suspiro

retém a água do mar?

 

Quem...

Arranca da flor a

a alma em dor,

E embala nos braços

a pureza do amor?

 

Doravante poeta

dá-nos letras à recitar.

E formosos poemas,

para a voz embargar.

 

Enide Santos 16/04/14

O que faço com o resto de mim?

1475797_402787156491611_312485576_n

Depois de tê-lo em meus braços

E ter que deixa-lo partir.

Não sei mais o que faço,

Com o resto de mim.

 

E os meus olhos...

Que só enxergam alegria,

Estando diante de ti.

Não sei o que faço

Com o resto de mim.

 

Meus pensamentos...

Todos meus sentimentos,

Meu corpo e minha alma,

Tudo buscando a ti .

Ah, amor meu!

Não sei mais o que faço

Com que sobrou de mim.

 

Enide Santos 15/04/14

Meu amor vê a lua

grav_homem_olhando_janela

Ah!  Lua que inveja tenho de ti

Não sabe o que eu faria

para que este olhar fosse para mim!!

 

Ah! Lua que cobiça tenho do seu luarejar,

queria eu poder o meu amor tocar.

 

Ah! Luar deixe-me só um bocadinho ser você

e poder só um pouquinho

com meu amor adormecer.

 

Enide Santos 12/04/14

Céu esburacado

284605_259833194120342_14324103_n

O céu está todo furado,

Negro, negro cheio de buracos.

Vejo que as nuvens estão fugindo

Vão se (des) montando sem nenhum afinco

Acho que é o vento que as estão perseguindo

 

Neste sentido vão se indo,

Até os segundos de quem esta dormindo

É o tempo praticando sua dançando.

E a noite fogosa evadindo.

 

Baile no negro céu esburacado.

Festa para o dia que está vindo.

 

Enide Santos 04/04/14

Epístola -15

1378611_568754069860673_704523993_n

Fragmentos de mim

 

O nosso primeiro amanhecer juntos, não poderá mesmo acontecer, não é mesmo?

Somente em nossos sonhos ele ousou existir.

Nossas noites irão permanecer vazias de nós,

E o tão sonhado primeiro despertar ao teu lado, não virá.

Que ninguém se atreva a me pedir para arrancar-te de mim!

Porque simplesmente isso não vai ocorrer, não vou permitir que se vá daqui

nunca "amor meu", nunca enquanto eu existir.

O amor que tenho por ti é um sopro divino que fora derramado em mim.

Gosto tanto e tanto de quem sou e de como sou quando este sentimento penetra em cada um de meus pensamentos.

A vida, o destino, o tempo não sei quem ou o que tenho que enfrentar, mas nada absolutamente nada vai tirar-te daqui.

Tenho plena convicção de que não posso ser importante para ti como tu és para mim, mas sei exatamente como ficas perfeito em mim.

Ainda sinto-me completa por ter podido vestir-me com teu olhar.

Ah! O teu olhar...

Ah! Este teu olhar, ele é o responsável por eu me apaixonar, por eu tanto e tanto te amar "minha vida”.

Ainda que tu sejas eterna saudade, jamais te arrancarão de mim, "amor meu".

Que sejas apenas lembranças de um pouco do passado que fizemos, mas não te tirarão de mim. Ainda quando eu me deitar para sempre.

Quando meus pensamentos forem apenas ecos no passado.

Ainda que apenas pó eu for, ainda seremos "eu e você”.

Pó de mim com você.

 

Enide Santos 30/03/14

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...