Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

Se eu findo amanhã!

1964916_668530816519359_1866555942_n

Se eu morresse amanhã...!

Iria sorrindo.

Feliz por encontrar

Meu doce menino.

Em tua pele me encontrei

Acabei existindo

Em teus braços mergulhei.

Ah! Eu findo sorrindo.

 

Se eu expirasse amanhã...!

Fenecia sublime.

Transcendendo a qualquer ser

Porque a mim, nos teus olhos,

Alcancei ver.

E sem falhas, pressenti,

O amor que já existe aqui

Ah! Eu feneço sentindo.

 

Se eu partisse amanhã...!

Ou hoje ou qualquer dia

Partiria feliz

Porque do puro amor

Minha alma também provou.

Ah! Eu termino divina.

 

Enide Santos 21/02/14

2 comentários:

  1. Lindo, poetisa Enide, sentimental demais! Mais uma pérola.

    ResponderExcluir
  2. Olá ENIDE,

    Não vai findar...com certeza!

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir

É maravilhoso poder descrever sentimentos, e poder dividi-los
Agora aguardo ansiosa seus comentários.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...