Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

A primeira vez

969462_405905762846417_778270402_n

A primeira vez que soube de você

Meu coração eriçou

No canto da boca um riso ficou

 

A primeira vez que quis você

Meu corpo todo alucinou

Este desejo jamais findou

 

A primeira vez que ouvi você

A eternidade descerrou

Seu eco, minha vida eternizou

 

A primeira vez que chorei por você

Meu mundo inteiro se rompeu

Por medo de não ter mais o teu.

 

Enide Santos 04/02/14

4 comentários:

  1. É assim mesmo,quando amamos temos esse estremecer d'alma,essa ansiedade meio que misturada com uma doce serenidade.

    Como tão bem dizes:

    "...A primeira vez que ouvi você
    A eternidade descerrou
    Seu eco, minha vida eternizou"

    Vir aqui é sempre um prazer, um carinhoso abraço Querida Poetisa,

    Tenha uma boa continuação do dia.

    ResponderExcluir
  2. Un blog precioso!!!!!!! Y la música es hermosa. Saludos!

    ResponderExcluir
  3. Saber quién es uno mismo, es la eterna pregunta que siempre nos hacemos y a la que es muy difícil contestar de manera acerada. En realidad muy pocas personas se conocen a ellas mismas.
    Saludos, Manolo.

    ResponderExcluir
  4. Bom que haja a primeira vez, Enide, depois que a vida virar reprises, teremos saudades desses momentos cruciantes.

    ResponderExcluir

É maravilhoso poder descrever sentimentos, e poder dividi-los
Agora aguardo ansiosa seus comentários.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...