Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

Noite da eternidade

382099_432225630166360_294728887_n

Talvez seja esta a minha noite

aquela inesquecível

que reluz por toda eternidade

 

Talvez eu deva deixar

que me possuas

só por esta noite

porque amanhã sei

que posso resistir

 

Hoje não!

 

Hoje eu não suportaria deixar-te sem mim.

Talvez se conseguirmos saciar

todos nossos desejos esta noite

amanhã...

será apenas o dia seguinte

 

Vamos deixar que esta noite

fique com tudo

que nada sobre pra depois

que esqueçamos do amanhã.

 

Talvez seja esta a noite da nossa eternidade.

 

Enide Santos 24/10/13

Epístola - 11

1385847_568754773193936_618069914_n

Fragmentos de mim

 

Há alguém...

 

Então minha alma esta presa

em um passado que não é meu

em um passado que não me pertence

ou quem sabe eu não o reconheça.

 

Mas que de alguma forma

dita minha vida

mexe com meu presente

e importuna meu futuro

 

Há alguém que fala dentro de mim

alguém que não sou eu

que desconheço seus gostos

não compreendo suas emoções

mas reconheço certos atos

fascino-me com certas atitudes

encanto-me com sua coragem

 

Há um sentir que não é meu

mas que faz parte de mim

não compreendo

não consigo alcançar

Talvez venha de outras vidas

ou de um sonho

que foi esquecido de sonhar

 

Ah! Este desejo persistente

este sabor que sinto

e não o reconheço

estes sons

estes medos

 

Não sei o porquê das lágrimas

mas sinto que é preciso chora-las

Há realmente alguém em mim

que não sou eu

mas que luta muito pra ser.

 

Enide Santos 23/10/13

Caça(dor)a

1240219_205454799616543_612495727_n

Tão só esta minha solidão

É uma paisagem sem emoção

Até se existe sem amor

mas não há, como durar sem amar

 

Caçadora...

 

Alegra-se ao ouvir gemidos

dança ao som de gritos

Tão só esta minha solidão

que quer de qualquer forma se ferir

 

E toda faceira desliza-se, pé ante pé

pela escuras ruas do nada

Sorrateiramente invade o vazio

em busca de dor

 

Caçadora...

 

Caça e não espera por perdão

Tão só esta minha solidão

que rompe velhas cicatrizes

É nos braços do (des) amor

que sacia toda sua dor.

 

Enide Santos 20/10/13

Em teu colo

tumblr_ma7vfq833D1qc8guco1_500

Toma-me em teus braços

para que eu não mais me perceba

e deixe que eu me perca

que eu me sinta apenas em você

 

Pegue-me em teus braços

e permita-me sentir

o embalo da alma

sem o corpo pra suprir

 

Quero teu colo

quero sentir-me como a lua

livre e confiante nos braços do céu

envolva-me em você

 

Vista m’alma com teu corpo

cinja sua vida na minha

me impeça de sofrer.

 

Enide Santos 14/10/13

Cá estou

35ad3d2

Cá estou...

Ocupando um mísero lugar no mundo

Eu comigo mesma

aqui sou minha própria presa

 

Aqui estou...

 

Repleta de bons sentimentos

recheada de desejos intensos

que de nada sevem

aqui onde estou

 

Sinto o ermo de todo o resto

se é que há outro resto.

Posso pensar alto, o quanto quiser

porque o eco é o que é

não fará diferença alguma

 

Cá estou repleta de sonhos

que já a muito estão adormecidos

e a maioria,vencidos

cansados de esperar

por uma realidade que dia a dia

tenho que conquistar.

 

Enide Santos 06/10/13

Nada mais há

1384211_386108514826142_321732943_n

E todos os silêncios estão mudos.

Não há nada

Tudo esta vago

Parado

Inutilizado

 

Se não tem amor

Nada mais há

Não há saudade

Não existem lembranças

Não há sonhos

Acabaram-se os desejos

Morreram-se os motivos

Findaram-se as razões

 

E todos os silêncios estão mudos

Perderam seus sentimentos

Nada mais há

Apenas o pulsar da vida.

Sempre pronto pra recomeçar.

 

Enide Santos 04/10/13

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...