Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

No natal da minha infância

NatC3A1lia-Christmas-Papai-Noel-Assentado-tocando-acordeon-45cm-c2Fmusica-e-movimento-2064-79749-1-product

No natal da minha infância

eu sempre esperava encontrar

Papai Noel cheio de presentes

embrulhadinhos para me dar.

 

No natal da minha infância

na janela eu gostava de ficar

Toda encantada olhava as estrelas

esperando Papai Noel chegar.

 

No natal da minha infância

poucos presentes podíamos ganhar

Nossa família era muito carente

Muitos irmãos para agradar

 

No natal da minha infância

sanfona, papai costumava tocar

Fazíamos dança, fazíamos festa

boa comida para degustar.

 

Do natal da minha infância

Jamais vou me esquecer

Aprendi desde criança

porque Jesus tinha que nascer.

 

Enide Santos 13/12/13

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É maravilhoso poder descrever sentimentos, e poder dividi-los
Agora aguardo ansiosa seus comentários.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...