Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

Lagrimar

1499580_560874957324659_1389906678_n

Não pare minhas lágrimas

por clemência, deixe-as rolar

Elas abrandam uma dor

que tanto tenta me sufocar.

 

Até tenho prazer em

senti-la se desintegrar

Sei que outra logo vem

ajudando-me a espirar

 

Não queira silenciar

este meu soluçar

Deixe o som da dor sair

 

Lamentar, lagrimar

Chorar, soluçar

Só assim, posso tolerar

está dor que faz de mim um lar.

 

Enide Santos 28/12/13

2 comentários:

  1. É poetisa, tudo em nós é tanto ( como já disse num poema que escrevi) e a dor , essa também quando nos toma é doída demais. Já percebi que temos em comum, a entrega intensa dos sentimentos. Agradeço o carinho e desejo-te um feliz 2014, repleto de alegrias e se a dor vier, que seja suportável, porque ela é inevitável. Um bj

    ResponderExcluir
  2. Chorar é necessário, e às vezes, a única maneira de lavarmos as nossas dores.
    Mas que em 2014 você não precise chorar. Feliz ano novo!

    ResponderExcluir

É maravilhoso poder descrever sentimentos, e poder dividi-los
Agora aguardo ansiosa seus comentários.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...