Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

Ah! O amor…

602885_400665750037085_270148367_n

Me surpreende muito, a covardia do amor

Se diz tão forte, tão puro e verdadeiro

E fica se escondendo no tempo

por medo de tornar-se ex amor.

 

Tudo bem!

Sei que ele tem esse direito

Entendo que ele queira ser eterno

Que pretenda ser único e perfeito.

Sabe o que me encanta mesmo no amor?

 

Encanta-me vê-lo fazer a morte

alucinar, enlouquece para viver

Fazer do húmus, primorosos perfumes

E da beleza do dia,uma mera fantasia.

 

O amor com sua sensibilidade

da à fragilidade da vida

A saída de sempre se recompor.

 

Enide Santos 22/12/13

3 comentários:

  1. Bom dia Enide.. o amor faz tudo com a gente.. é nosso alimento ou nossa fome.. que ele possa equilibrar cada um de nós.. bjs de bom dia

    ResponderExcluir
  2. É verdade... é só darmos uma chance a ele! Feliz natal!
    Lindo poema!

    ResponderExcluir
  3. A saída de sempre recompor, da fantasia à realidade, que voa, que voa...

    ResponderExcluir

É maravilhoso poder descrever sentimentos, e poder dividi-los
Agora aguardo ansiosa seus comentários.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...