Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

Nada mais há

1384211_386108514826142_321732943_n

E todos os silêncios estão mudos.

Não há nada

Tudo esta vago

Parado

Inutilizado

 

Se não tem amor

Nada mais há

Não há saudade

Não existem lembranças

Não há sonhos

Acabaram-se os desejos

Morreram-se os motivos

Findaram-se as razões

 

E todos os silêncios estão mudos

Perderam seus sentimentos

Nada mais há

Apenas o pulsar da vida.

Sempre pronto pra recomeçar.

 

Enide Santos 04/10/13

3 comentários:

  1. Entendo perfeitamente esses silêncios mudos, porque existem outros ensurdecedores. Que, pelo menos, permaneça a vontade de recomeçar. Porque viver sem amor é imensamente triste.
    Beijinho querida, um doce fim-de-semana
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Vim conhecer seu blog e gostei de tudo o que li.
    Parabéns pelas palavras cheias de sentimento.
    O pulsar da vida sempre pronto para recomeçar e viver a emoção de novamente amar.
    Seguindo aqui seu blog.
    Fica aqui o convite para conhecer o meu blog e se desejar seguir será super bem-vinda!
    Também gosto de escrever poemas e poesias.
    Tenha um ótimo dia!
    Carinhosamente

    Blog: Femme Digital- Mãe, Esposa, Mulher!

    ResponderExcluir
  3. Eneide, que inspiração! Maravilha!
    É bem assim que sinto a vida, o espaço à minha volta, quando acordo e sinto que a vontade é continuar dormindo debaixo da cama!
    Ainda bem que há dias em que o sol vem me empurrar e daí tudo volta a brilhar, inclusive a esperança de ser novamente...
    Parabéns pela alma que tens! E pela poesia que escreves.
    Bem haja!

    ResponderExcluir

É maravilhoso poder descrever sentimentos, e poder dividi-los
Agora aguardo ansiosa seus comentários.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...