Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

Dar vida a minha solidão

485621_551664411551633_830135711_n

Dar vida a minha solidão

Minha...

Tão minha quanto qualquer órgão vital.

Deixar que ela aconteça.

Vive-la logo como tem que ser

Não adianta deixa-la para amanhã.

 

Dar-lhe vida logo

Que venham noites de insônia

Que venham as lágrimas na madrugada

Que seja logo, não vou mais afasta-la de mim.

Deixe que seja, este som estridente.

Que grita em minha alma

Este choro sentido com raiva e grunhidos

 

Deixe...!

 

Deixe que venha esta dor que queima

Que agride minha vida

Venha aconteça logo...!

Devore estas minhas preciosas horas

E vá logo embora

Afaste-se de mim...

 

Enide Santos 01/08/13

Um comentário:

  1. A solidão é uma palavra que gosta de ficar "fazendo média", doida para ser preenchida, ocupada e acompanhada. Não dê descanso a ela.

    ResponderExcluir

É maravilhoso poder descrever sentimentos, e poder dividi-los
Agora aguardo ansiosa seus comentários.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...