Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

Pura nostalgia

205919_301035856666742_739558905_n

Talvez hoje amanheça

para todos menos para mim

Talvez por estar triste

com o coração cheio de saudades

 

Talvez hoje o entardecer

nem queira acontecer

Talvez eu deva parar de resistir

deixar logo vir esse choro

que esta prisioneiro e fere o meu sentir

 

Talvez hoje anoiteça

para todos menos para mim

Ou talvez eu deva deixar esta tristeza

logo me invadir

fazer o que tem que fazer e se ir

 

Talvez eu deva ser eu mesma

e admitir...

que é muito triste não ter você aqui.

 

Enide Santos 21/04/13

Um comentário:

  1. Duas poesias onde a inspiração toca a emoção.
    Beijos.

    ResponderExcluir

É maravilhoso poder descrever sentimentos, e poder dividi-los
Agora aguardo ansiosa seus comentários.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...