Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

Solidão




Onde perdi minha alegria?
Em que parte da vida ficou perdida?
 Sinto me sufocada, angustiada.
Não sinto vontade de viver.
Não consigo achar nem um motivo para sorrir.
Sinto saudade, não sei de que ou de quem.
Estou tão perdida nessa vida.
Os meus dias, são agora, como tortura.
E as minhas noites, são quase que insuportáveis.
Chorar, não me alivia mais.
E a solidão, dói de mais.

Dormindo em pé



Dormindo em pé
O que leva um ser humano a deixar de perceber que é humano?
Não enxergar mais os dias e nem as noites.
Desaprender a amar
Não ter sonhos
Não se importara com nada,
E dormir em pé.
Como chegou a isso?
Noite após noite
Dormindo em pé.
Encosta-se a algum lugar que julga ser segura e...
Dorme em pé.
De onde vem?
Tem algum lugar para ir?
Como chegou aqui?
Porque está aqui e assim?
Como deve ser penoso para um ser humano, dormir em pé!
Por quê?
O que fez para merecer isso?
Será um homem?
Será uma mulher?
Quem será você?
De onde veio?
Qual será sua história?
Dormindo em pé, talvez por medo de sentir medo.
Será que vai ser sempre assim?
Vai anoitecer, vai vestir-se com todas suas roupas,
Ou é para não sentir frio ou por medo de que as roubem.
Enrola-se toda ate cobrir o rosto e dorme mais uma noite em pé.
Mesmo assim não desiste de viver.
Ainda que tenha que dormir eternamente em pé.

História real dia 22/04/2010 ás 05h40min
Em frente ao Hospital Tide Setubal em São Miguel Paulista- SP


Sérgio Barbosa Brito


  É  Inacreditável
Amar alguém que não existe mais.
Alguém que já foi e não é mais
Como abafar esse sentimento?
Desejar ver, desejar tocar e não ter como.
Sentir o cheiro, sem poder cheirar.
Como dizer para o coração, que sua pele não existe mais.
E os seus olhos, não podem mais brilhar, nunca mais.
Nunca mais vou poder te ver tocar, cantar e dançar.
Sentir o seu corpo, suas maõs,nunca mais.....
NUNCA MAIS.




Aprende a escrever coração




Agora estou aqui, tentando por no papel o que sinto.
Esta seria a sua obrigação.
O meu dever é ver, admirar e conquistar.
A sua obrigação, é se defender e me impedir de sofrer.
Você não pode deixar nos iludir e nos destruir.
Ah! Coração, aprende a escrever.
E ponha no papel, tudo o que esta dentro de você.
 Vai ser um alivio para nós.
Desabafar, soltar tudo que está preso.
Pesando dentro de você e de mim.
Dói, como dói coração.
 Ver você chorar, sem poder expor as suas lágrimas.
Saber que você está partido, e não poder juntar-te.
 Saber que você está triste, e não poder te acalentar.
 Aprende a escrever coração, e escreva comigo.
Para podermos ficar novamente, prontos para Amar.


Narcizio Andrade Gomes


Biografia
Preparas-se para conhecer uma pessoa formidável
Que merece ser celebrada por toda sua história.

"Eu sou narcizio bonina, o cravo das moças
 e o  alecrim das meninas."

Narcizio Andrade Gomes, lavrador, ourives, carpinteiro, mestre de obras, tocador de sanfona.
Nasceu na cidade de Condeúba em 16 de junho de 1927. Acredita-se que era filho de um soldado da volante, Carolino Avelino Gomes e Francisca Maria de Jesus.
Cidadão Brasileiro de dignidade e sabedoria incontestáveis.
Sabe-se pouco sobre sua infância, mas o suficiente para provar sua sabedoria.
Narcizio tinha o sonho de aprender a ler, mesmo nunca frequentando uma escola aprendeu.
 E acreditem, aprendeu apenas perguntando para quem (sabia a leitura) como dizia ele.
Parecia saber de cor tudo sobre a bíblia, adorava falar de David, Golias, Nabucodonosor, Esther, ás vezes parecia declamar um poema quando falava a genealogia de Jesus completa.
Fã número um de Bocage e contador de suas anedotas.
Tinha apenas 12 anos quando perdeu seu pai, tornando-se assim o chefe de sua família.
Sua mãe e mais cinco irmãos, tarefa que não o impediu de agregar varias profissões.
Sendo uma delas tocador de sanfona, oito baixo ou (princesinha) como ele a chamava.
Sua adolescencia foi assim trabalhando e tocando sanfona, tinha fama de melhor tocador.
Época em que morava em um lugar do sertão da Bahia, chamado, (Detrás da serra ou Pé do morro).
Narcizio, Católico Apostólico Romano.
Casou-se quatro vezes.
Dividiu a maior parte de sua existência com Adelaide.
Sua quarta esposa, mãe de dez, dos quinze filhos que teve .
Homem que priorizava sua dignidade e amor ao próximo, foi com este conceito que criou e educou seus filhos.
Tinha uma forma diferente e sábia de demonstrar seu carinho.
Por gostar muito de ler, contava muitas estórias e histórias.
E com isso, conseguia a total atenção de seus filhos, que sentavam- se ao seu redor para ouvi-lo.
Eram estes os momentos de carinho com os filhos.
Parecia sempre ser um homem duro e severo.
Mas com sabedoria, encontrou uma forma discreta de marcar em cada um de seus filhos sua maneira de amar.
Nos momentos que estavam todos reunidos, podia-se ver o brilho em seus olhos verdes, era sua maior realização, a união de sua família.
Narcizio, seu nome representa hoje um símbolo de força de vontade, dignidade e união.
Suas metas foram cumpridas.
Você deixou seu nome escrito para sempre.
Mas no dia 05-03-2003 fomos privados de sua presença.
Sua vida teve fim aos 74anos, vitima de insuficiência
cardiorrespiratória.
Mas seu eco persiste.
Suas sementes a cada dia dão mais frutos.
E vamos deixar sua história marcada de geração para geração, e torna-lo imortal.


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...