Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

Foto poema

59412_456512814388130_1363274776_n

Apenas sinta o ar

E deixe a imagem te falar

E sinta nela a poesia

Como demonstra a fotografia

 

Pode rir pode chorar

Mas não deixe de olhar

Veja a terra e o luar

Em um único contemplar

 

Bela à noite

Belo o dia

Bela fotografia

3 comentários:

  1. Enide, os seus versos traduzem a emoção que pode provocar uma imagem.
    Esta que você escolheu e que inspirou a sua poesia, é bela e intensa e diz muito mais que longos discursos.
    Muito belo!

    ResponderExcluir
  2. Hola Enide, la naturaleza nos regala poemas a cada paso que damos, en cada paisaje, en una flor, en un gorrión, en el susurro del viento que acaricia nuestro rostro.
    Bellisima imagen de la luna en la caprichosa ventana de la roca.

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  3. Perfeição!!!
    Adorei a imagem
    (=

    ResponderExcluir

É maravilhoso poder descrever sentimentos, e poder dividi-los
Agora aguardo ansiosa seus comentários.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...