Seguidores

Quem sou eu?

Na verdade, não sei muito bem quem sou.

Sei que sou o que sinto, do tamanho do que sinto.

Sinto-me viver vidas alheias.

Sinto as dores de quem nem está sentindo, mas eu sinto.

Sou o correr de uma lágrima, antes mesmo de chorar.

Sou um aglomerado de emoções.

Sou lamentos dos meus sofrimentos.

Sou pensamentos e pensamentos.

Sou reflexo das minhas atitudes.

Sou momento.

Sou o esquecer e o lembrar.

Sou a indagação da vida, sou ferida.

Sou o defender, o acusar.

Sou o conhecer do eu diferente.

Sou valente.

Eu sou transformação.

Sou a pessoa mais solitária do mundo,

Mas que nunca fica sozinha.

Sou a pessoa mais forte do mundo.

Mas que está sempre com medo.

Sou o exaltar das minhas realizações.

Sou mãe, sou filha, sou avó.

Sou o encontro de mim, comigo mesmo.

Sou o que sou, me orgulho muito de tudo que sou.

Enide Santos

Emana

Emana

Vem me melhorar

Nasça, deixe de ser uma história.

Vem me completar

Não deixe pra outra hora

 

Vem, vem me usar.

Aborde-me, invada meu ser

Não se prive de amar

Eu deixo você fazer...

 

Emana, rompa esta magia.

Surja diante de mim

Não como fotografia

 

Não deixe o sentimento partir

Abrolhe,apareça,nasça

Ajude-me passar a existir

2 comentários:

  1. Da sua poesia emana beleza, amor e sensibilidade, Enide!
    Muito belo!

    ResponderExcluir
  2. Hermosos y bellos versos, llenos de sensibilidad. Muy buena entrada. saludos, Manolo.

    ResponderExcluir

É maravilhoso poder descrever sentimentos, e poder dividi-los
Agora aguardo ansiosa seus comentários.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...